top of page

Comunicação e Agilidade de Negócios! Qual a relação?



A comunicação, é a ponte que favorece o fortalecimento e a criação de novas conexões humanas.


Agilidade de negócios é a combinação da percepção e interpretação contínua do mercado, e a capacidade de se antecipar e se adaptar a ele.


Uma não existe sem a outra!


Quanto mais a comunicação favorecer relações humanas sólidas, maiores as possibilidades de sinergia, percepção, interpretação e adaptação do mercado.


Por ter sido estruturada sobre premissas que não favorecem a conexão humana, a comunicação dentro e fora das organizações, requer novas reflexões.


O exercício da mudança na forma de se comunicar é contínuo!


Compartilhamos abaixo, algumas dicas para que você possa começar a praticar:

Observe sem julgar – Ao compartilhar algo que presenciou sobre alguém, procure deixar claro o que observou sem misturar sua observação com sua opinião ou julgamento.


Ao invés de dizer: “Ana é muito agressiva.”

Diga: “Ana gritou ontem com José na reunião de equipe.”


Somos seres em constante mudança. O rótulo “é agressiva”, classifica definitivamente Ana a partir de uma atitude observada em um momento específico. Usar uma linguagem dinâmica que respeite o movimento e a mudança das ações, pode ajudar muito na receptividade das mensagens.


Escute para entender e não para responder – Ao ouvir o outro, procure ouvir além das palavras. Procure entender que necessidades da pessoa estão escondidas por trás do que ela diz. Faça perguntas! Explore com a concentração a necessidade do outro.


Compartilhe seu sentimento e o conecte com sua necessidade – O compartilhamento do sentimento, expressa vulnerabilidade e gera conexão com o outro. Não atribua ao outro a culpa pelo que sente.


Ao invés de dizer: “Fiquei chateada porque você não chegou na hora que combinamos.”

Diga: “Fiquei chateada quando você não chegou na hora que combinamos, porque gostaria de conversar com você, sobre coisas que considero importantes para nossa reunião de amanhã e não teremos outra chance.”


Faça pedidos e não exigências – Ao pedir algo que precisa para alguém, peça de forma que o outro se motive a realizar seu pedido. Os pedidos são percebidos como exigência, quando o outro não tem alternativa de escolha.


Perceba a comunicação, como uma via que pode aproximar você, dos seres humanos a sua volta e não apenas como um condutor e receptor de informações.

Comunicar é cuidar e se importar com o outro.


Para participar dos nossos bate papos sobre comunicação que gera compaixão, entre em contato com : tatiana.lima@set-consultoria.com






52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page